Onde quero chegar: Mario Schmolka

“Não importa de onde você vem, nem onde você está, o importante é saber onde se quer chegar”

Frase clichê que devo ter aprendido no curso de Administração de Empresas, o qual abandonei no terceiro ano.  Apesar disso, há nessa frase uma verdade que não podemos negar: sem objetivo não se chega a lugar algum.

Quando comecei a fotografar eu conheci um fotógrafo X. Nossa, como eu amava aquelas fotos que ele fazia. Ficava horas no blog dele e no site lendo e olhando as fotos para aprender melhor sua técnica. Naquela época eu disse para mim mesmo: quero tirar fotos que nem ele! Não estou falando de copiar o outro fotógrafo, mas sim de fazer trabalhos no mesmo nível de qualidade de tratamento de imagem, iluminação, composição, etc. Um ano depois eu acredito ter atingido meu objetivo. Continuo admirando e acompanhando a evolução desse fotógrafo X, mas hoje eu quero subir mais um degrau na escada da evolução fotográfica.

Moro perto da Livraria Cultura do Conjunto Nacional e passo lá todos os dias para dar uma olhada nas revistas, livros de arte, moda e fotografia. Nesse mês, despretensioamente, conheci o livro Intense do fotógrafo Mario Schmolka. Na hora pensei comigo: quero tirar fotos que nem ele!

Mario Schmolka nasceu em 1975 em Viena e se formou em Fotografia. Foi para Milão trabalhar como assistente, mas voltou 2 anos depois para Viena para seguir a carreida de fotógrafo de Moda & Beleza. Em 2005, seu primeiro livro de fotografia “Intense” foi publicado. Ele e sua família vivem hoje em Nova York, mas divide seu tempo entre EUA e Europa. Já fez trabalhos para  a Vogue, GQ, Amica, Glamour, Deutsch Magazine, Astor, Cartier, H & M, Swarovski, Luisa Cerano, Palmers, Pantene, Rimmel Londres e Leica.

Para mim, o Mario consegue mesclar sensualidade, linguagem de moda e “composição simples” de forma inigualável. Todo mundo sabe que sinto um prazer enorme em fotografar os excluídos, mas, para o trabalho profissional, a fotografia de moda e publicidade é a que mais mexe comigo. Espero, daqui uns 2 anos, voltar nesse post e ver que evoluí para esse nível de qualidade.

E você, onde quer chegar?

Update: Acabei de ganhar do meu amigo, e fotógrafo carioca, Marcelo Carrera o livro Intense do Mario Schmolka. Nem preciso falar da minha alegria. Queria muito, muito, mas muito mesmo esse livro, mas estava sem condições financeiras de comprá-lo agora. Já gostava do livro, vou gostar ainda mais por ter vindo de um amigo tão especial.

Valeu Marcelo!!!

About these ads

5 Responses to “Onde quero chegar: Mario Schmolka”


  1. 1 Rodrigo Alves 26/02/2010 às 20:22

    Adorei esse post!
    Acho que no momento, eu quero chegar ao seu nível!
    Venho acompanhando o seu trabalho e evolução desde a Sony H10! rsrs…
    E hoje com certeza, pra mim vc é um exemplo a ser seguido! Já disse isso várias vezes e volto a repetir: Você vai longe!

    Abraços!

  2. 2 Marcelo Carrera Maia 27/02/2010 às 11:57

    Leandro, Gosto muito do seu trabalho, do seu bom gosto nos tratamentos cores, enquadramentos.. você tem um algo a mais em seu click que me chama atenção, a forma como vc trabalha com as luzes vem melhorando muito. acompanho seu trabalho e admiro. vc tem talento. eu adoro ver suas fotos. torço por você mesmo que a distancia, gostaria de estar mais perto, e poder aprender mais com você.. mas vou passando aqui pelo seu blog de vez em quando..

    O Desejo vem e se manifesta na falta, você desejava fotografar como o fotografo X hoje deseja fotografar como o fotografo Y, essa busca do que não temos é infinita, é ela que nos faz evoluir, que nos faz Humanos mas também é a fonte de todo nosso sofrimento, porque hora sofremos porque não temos o que desejamos, e ai quando alcançamos ficamos enfadados e buscamos novos objetivos, e se perdemos aquilo sofremos também.

    Eu não quero mais projetar minha felicidade no futuro, do timo quando eu fotografar igual X ou Y serei mais feliz, ou quando eu tiver grana ou o carro tal… eu quero aproveitar mais o caminho. e hoje não quero chegar em lugar algum. no presente.. eu não tenho nenhum problema.. estou aqui na frente do computador vendo suas fotos lindas.. se minha vida fosse só isso estaria feliz.

    Blogs, são ambientes para opiniões trocas de idéias. de vez em quando vou vir aqui dar as minhas.. não discordo nem concordo, muito pelo contrário…

    é só um outro ponto de vista.. sou seu fã.. um abraço

  3. 3 Letícia 28/02/2010 às 21:51

    (Mandei no lugar errado, estou mandando no lugar certo agora, rs)

    Estou seguindo o seu blog desde o começo, e estou adorando cada post que é feito. Como algumas pessoas ja disseram em comentários, você é um exemplo a ser seguido, de verdade, eu acho a expressão das suas fotos, o modo como você tira, realça bem o que você quer passar, e isso é magnifico. De verdade, você vai longe!

    Mais então, eu estou mandando este post no intuito de dar uma “ideia” pra um futuro post seu. Eu uso o photoshop pras minhas ediçoes, mais não tenho muito conhecimento, principalmente na questão de Tratamento das fotos, de pele e tal. Eu queria, que você compartilha-se um pouco do seu conhecimento nessa aréa com agente num futuro post, de verdade, iria ser útil demais isso. Sei que você já fez um post, falando sobre o Picnik e tal. Mais eu queria que você fizesse um do photoshop, especificadamente pra aerea de tratamento de pele. Espero que num futuro post você possa me ajudar.

    Muito obrigada, e parabéns pelo seu blog, pelo seu trabalho, pelas suas fotos! Sou sua fã, pode ter certeza que torço muito pra que tudo só melhore pra ti, e que você consiga alcancar seus objetivos! Beijo.

  4. 4 Mari Milanezi 04/03/2010 às 11:19

    No momento eu quero chegar na Ashley McNamara…
    ( http://www.ashleymcnamara.com/articles/)
    Eu concordo com o seu ponto de vista, mas entendo o que o Marcelo Carrera falou. Acho que depende de pessoa pra pessoa.
    Eu sou uma pessoa que só funciona com muito planejamento e sonhos, mas não fico frustrada com o que sou ou posso fazer hoje.

    :)Mari(:

  5. 5 Luiz Augusto Estacheski 02/09/2014 às 16:19

    Te conheci há pouco menos de dois meses ouvindo o Papo de Fotógrafo.

    Tento fotografar há pouco menos de 1 ano e meio. No momento não posso considerar a fotografia algo além de um hobby, mas estou estudando e me esforçando para mudar isso.

    Eu quero chegar onde o Alexandre Urch está.

    Obrigado por existir Leandro, obrigado por ter o trabalho que tem, obrigado por se dedicar a ele, obrigado por ter a concepção/olhar que tens sobre a fotografia e muito obrigado por compartilhar tudo isso conosco.

    Abraço.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.254 outros seguidores