Fala que eu te escuto #05

Oi leandro, tudo bom? eu percebi que o pessoal que tira as duvidas com você te manda por depoimento, vou aproveitar o embalo então rs…

Eu queria saber se tem como viver de fotografia, não ser rico nem milhonário, mas viver! ter condições de ter um Ap, um carro e coisas “normais” ou se não, se realmente todo fotógrafo no fundo precisa de uma outra garantia FIXA de renda?

eu to na fase do desespero! não sei que carreira seguir, estou perdido! e na fotografia eu me sinto seguro, é algo que eu gosto e não vou deixar de praticar nem tão cedo, mas rola aquela dúvida, “será que vou conseguir viver apenas com fotografia?”

me ajuda! rs
abraços

Uma das (poucas) coisas que aprendi na universidade foi a de que para todo o produto há sempre um comprador. Apesar de simples, nos esquecemos disso com freqência. Lembro de ter pesquisado sobre um fabricante de máquinas de escrever, pois fiquei intrigado em como nos dias de hoje ele tinha uma empresa de sucesso e que só fabricava esse produto. Não falo das eletrônicas, mas sim daquelas mais antigas mecânicas.  A resposta para o sucesso dele era bem simples: ele exportava para países africanos. E como o continente africano não é pequeno ele tinha um mercado consumidor bem grande.

Sobre viver de fotografia, eu não posso lhe dar essa resposta agora, pois eu ainda trabalho em um empresa de tecnologia. Vou ficar mais dois meses e depois só vou trabalhar com fotografia. Estou escrevendo um Business Plan para me ajudar nesse processo de transição. Aliás, era para eu ter postado ele aqui, mas ainda não consegui.

De qualquer forma, posso lhe dizer que conheço muita gente que vive muito bem de fotografia. Tem carro, apartamento, compra equipamento em Nova York, entre outras coisas. Também conheço gente que precisa de dois empregos para poder fotografar. Tudo isso é relativo, mas viver de fotografia é viável, quando falo viver eu me refiro a viver de verdade e não sobreviver. Fotografar bem não é sinônimo de ganhar dinheiro com fotografia. A fotografia é um empreendimento como outro qualquer, requer conhecimento de marketing, finanças, etc. O fotógrafo precisa gostar dessas coisas para que seu empreendimento tenha sucesso. Outra opção é você trabalhar para uma outra empresa, por exemplo um jornal, uma editora, etc. Outro dia eu vi uma vaga para tratamento de imagem que pagava R$4.000,00 + benefícios.

Vamos fazer umas contas bem simples:

Você fotografa grávidas, casais, etc e é um fotógrafo em início de carreira. Para começar sua carreira você cobra R$400,00 por book ou sessão de fotos e consegue fazer 2 por semana. São R$3.200,00 mensais e aí você tira os gastos para produzir essas fotos(internet+locomoção+depreciação de equipamentos, etc).  Como disse, essa é um conta muito simples, pois não estamos falando do seu salário, de investimentos, de capital de giro, etc, mas já dá para ter uma idéia de onde a grana vem.

Você disse que na fotografia se sente seguro, então você sabe que carreira seguir. Só ainda não tomou coragem para ir em frente.

É isso aí, os cães ladram, mas a caravana não pára !!!

Se vocês tem alguma dúvida, sugestão, reclamação, dica, etc, podem deixar um recado aqui, no orkut ou pelo e-mail: dofotografo@gmail.com

About these ads

1 Response to “Fala que eu te escuto #05”


  1. 1 Rodrigo Cordeiro 06/04/2010 às 14:46

    Muito obrigado pela resposta Leandro, me ajudou a ver de outro angulo a situação. Valew mesmo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.239 outros seguidores