O que é ser assistente de fotógrafo

Foto: Ryan Strong (www.ryanstrong.net)

[tweetmeme source=”dofotografo” only_single=false]

Todo, ou quase todo, fotógrafo em início de carreira já desejou ser assistente de um grande fotógrafo, aprender suas técnicas de iluminação, tratamento de imagem e direção de modelos. Há aqueles que querem ser assistentes dos fotógrafos de casamentos, de publicidade, de fotografia sensual, e por aí vai. Cada mercado tem suas especificidades e por isso falarei mais sobre o assistente de estúdio, pois é a área que conheço melhor.

Boa parte dos grandes fotógrafos brasileiros de hoje vieram dos Estúdios da Abril, onde foram assistentes dos renomados fotógrafos da época.  Há 25 anos o acesso a informações era completamente diferente do que é hoje. Estamos falando de uma época onde não existia internet, photoshop e além da quase inexistente fotografia digital no Brasil. Com informações restritas, a melhor maneira de se obter conhecimento era ser assistente de um fotógrafo, de um laboratório, etc. Entretanto vivemos hoje a era da informação(e do excesso dela), onde o conhecimento é compartilhado no mesmo momento em que ele é criado. Blogs, Twitter, Facebook, Live Cams, Workshops, Livros, E-books, DVDs, Podcasts, Youtube, Vimeo…temos centenas e centenas de maneiras de adquirir conhecimento de forma muito barata ou gratuita. Entretanto, saber lidar com a equipe, lidar com modelos, fazer contato com bookers, maquiadores, produtores, editores,cabelereiros, entre outros, é  uma coisa que não se consegue fazer só estudando. Hoje, essa é a maior recompensa em se tornar assistente de um fotógrafo. Fazer contatos é primordial na carreira de qualquer fotógrafo e para o fotógrafo de moda e/ou publicidade eu digo que é a chave do sucesso.

Quais são as atividades de um assistente de fotógrafo

Todas possíveis, mas vou enumerar as principais:

  • Carregar e cuidar do equipamento fotográfico
  • Limpar o estúdio
  • Pintar o fundo fotográfico
  • Segurar equipamentos em externas como rebatedores, tripés, etc.
  • Organizar o escritório do fotógrafo
  • Fazer back-ups de fotos
  • Tratar imagens
  • Montar esquemas de iluminação
  • Fazer fotos de making-of
  • Carregar baterias e outras fontes de energia
  • Realizar reparos elétricos nos equipamentos
  • Buscar modelos ou fazer entregas para o fotógrafo
  • Etc, etc, etc…

Quanto ganha um assistente de fotógrafo

Quando escrevi a frase acima dei uma risada, pois para quem é do meio, sabe que  isso é sinônimo de piada. Tenho um amigo que trabalha para um fotógrafo de publicidade e ele ganha, agora depois de um reajuste, R$800,00 de ajuda de custo. Desse valor ele tira a alimentação, condução e salário.  Muita gente pode falar: Nossa eu seria assistente por isso! Quando se é assistente fixo de um fotógrafo, sua vida é toda dedicada a ele. Entrar no estúdio sem hora para sair é extremamente comum e já até faz parte do dia-a-dia. 12, 15 horas de trabalho pesado sem feriado e final de semana é muito desgastante. Uma coisa é você ser fotógrafo e trabalhar 12 horas, nesse caso você é empregado e ganha, quando ganha, uma miséria de dinheiro. Isso sem contar no fim da sua vida intelectual, sexual e social.

Claro que estou usando uma ótica um pouco mais agressiva. Conheço casos de assistentes que tem seu empregadores como verdadeiros mentores e amam trabalhar para eles.

Há assistentes free-lance que ganham por job de R$50,00 a R$350,00

Como ser assistente de um fotógrafo

Contato. Fotógrafos contratam assistentes que foram indicados por outros assistentes ou fotógrafos. Simples assim. Não há fórmula mágica. Há casos de pessoas que mandam um e-mail ou uma carta(antigamente) e conseguiram seus cargos. Só para ilustrar, fotógrafos recebem dezenas de e-mails de pessoas se candidatando para serem seus assistentes sem remuneração alguma.  É com elas que você vai concorrer caso queira ser assistente de alguém sem indicação ou experiência.

Minha experiência

Eu trabalhei para um famoso fotógrafo de moda e minha experiência não foi boa. Talvez seja por isso que minha visão sobre ser assistente não é tão romântica. Pois bem, comecei da seguinte maneira: um dia fui ajudar uma amiga em umas fotos e fotografei uma amiga dela, essa amiga era amiga de uma editora de uma revista de moda aí, ela viu minhas fotos e me chamou para uns jobs, fiz os jobs e depois ela me indicou para esse estúdio.  Fui trabalhar para esse fotógrafo sem remuneração alguma e já haviam dois assistentes lá. Como eu já conhecia de iluminação e tratamento de imagem, no meu primeiro dia já fui montar a iluminação e trabalhei até cerca de 02:00am. Por ser o “fotógrafo das estrelas” havia um clima muito estressante lá, não se podia falar direito e eu tinha que “viver pisando em ovos”. Em externas o trabalho era bem pesado e longo, como sempre terminávamos de madrugada eu tinha de pegar um táxi e também arcar com isso. Travalho duro e sem remuneração não era problema para mim. Apesar de eu não ter aprendido nada novo lá, gostava pelo fato de estar sempre em contato com os profissionais da moda.  Saí do estúdio, pois uma vez, ao limpar a mesa, a caixa de e-mail estava aberta justamente em uma mensagem onde os assistentes debochavam de mim, junto com o fotógrafo, o fato de eu ter limpado e organizado a biblioteca e o estúdio. Dentre vários eventos, esse foi a gota d’água e decidi seguir o meu caminho por mim mesmo.

Conclusão

Ser assistente é uma excelente maneira de se inserir no mercado, aprender técnicas e artimanhas, mas não é a única. Há outras formas tão, ou mais, eficazes do que essa.

Quero aproveitar e fazer um agradecimento a Amanda Góes, a melhor assistente/amiga do mundo que sempre me ajuda com a maior boa vontade nos meus jobs.

É isso aí, quer ser assistente? Aprenda a fazer café antes!

 

41 Responses to “O que é ser assistente de fotógrafo”


  1. 1 Huaíne Nunes 28/08/2010 às 18:28

    Hahahaha, morri de rir do final, porque eu sou secretária e sempre me pedem café hehehe. Nunca fiz, nem tomei café na vida. Sorte minha que meu chefe também nao bebe (aparentemente, pelo menos não no escritório).

    Piadas à parte, gostei bastante de você ter abordado esse assunto. Nunca trabalhei como assistente, embora já tenham me sugerido bastante. Nem sabia como a coisa funcionava e confesso que fiquei com raiva (pego as dores dos amigos) do tal e-mail idiota ali.

    Seja como for, dá pra ver que voce está no melhor caminho. Pelo que entendi, agora é voce que tem assistente, certo?

    E o melhor, já sabe o que NÃO FAZER com seus assistentes, pois já esteve na pele deles.

    Pra finalizar, sua maratona de postagens está excelente. Vou ficar atenta aqui para nao perder as próximas.

  2. 2 Luana Prado 29/08/2010 às 2:23

    Tenho vontade de chorar qdo lembro da expressão ‘assistente de fotografia’. Eu não sei mais se me animo com seus posts e corro atrás ou se sento e choro. Vida de iniciante é uma merda né?!

    beijo!

  3. 3 Rodrigo Alves 29/08/2010 às 6:03

    Eu lembro quando você me contou essa história! Que coisa hein! Mas se alguém busca por experiência, mesmo que negativas como a sua, acredito que por um lado vale a pena! A pessoa adquire experiência (ou não, no seu caso) e também outros contatos!
    Quando é que você vai escrever um Livro? hehehe

    Abração!

  4. 4 Darlinton Ferreira 29/08/2010 às 14:04

    Muito bom post, parceiro.

    Bem, como vc já sabe como as coisas são, eu aceito ser o seu assistente por apenas R$ 1.500,00 mensais, mais transporte, mais alimentação e uma cesta básica. Que tal?

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Abração, cara! =D

  5. 5 Johnny de Souza 29/08/2010 às 14:46

    PO, sinistro heim!!! Ótimo post, é bom que já sei o que me aguarda!hehehe
    Ah, café eu sei fazer!huahuahuahua

    Abraço.

  6. 6 Cati 30/08/2010 às 17:12

    Olha só, novidades! Estou prestes a virar uma assistente de fotógrafo.
    Comecei pelo contrário, acho (estou fazendo freelance aos fins de semana ganhando 50, pra aprender mesmo). Mas a intenção é tomar o lugar da editora em breve e principalmente, aprender a editar. A minha sorte é que, nesse estúdio específico, as pessoas que foram contratadas pra fazer edição antes, não sabiam editar de cara mas foram contratadas e aprenderam.

    Bom, acho que se o chefe for bom e a gente gostar muito do trabalho, no começo vale a pena. Vai ser uma experiência muito boa pra mim e acho que pra maioria das pessoas que gosta de fotografia, não tem curso na área mas quer entrar nela de qualquer jeito! Todo aprendizado, contatos, experiências são válidos.

    E ah, eu sei fazer café! \o/

  7. 7 tofocada 30/08/2010 às 20:23

    EU NAO SEI ATÉ ONDE REALMENTE EH VALIDO SER ASSISTENTE POIS NAO TIVE ESTA EXPERIENCIA TB…(AINDA, NAO SEI..)..
    MAS CONCORDO PLENAMENTE COM VC.
    EXISTE TANTA, MAS TANTA FONTE DE INFORMACAO DE GRACA PELA NET, CURSOS, PALESTRAS E BLOGS E EXPERIENCIAS CONTADAS POR OUTROS..
    MAS TANTA INFORMAÇAO…
    QUE EUZINHA ..
    NAO CONSIGO ACOMPANHAR….
    MESMO NO TWITTER, SAO TANTAS COISAS LEGAIS QUE OS OUTROS PASSAM P GENTE, QUE EU SAIO ANOTANDO TUDO COMO UMA LOUCA….E CONSIGO VER MENOS DA METADE DO QUE QUERO….😦

  8. 8 Tereza Jardim 01/09/2010 às 20:34

    Segundo o fotógrafo com quem trabalhei durante quase um ano, meu café com leite é o melhor da cidade! E olha que os clientes e amigos já chegavam pedindo, rsrs…

    Brincadeiras à parte, estou com uma vontade doida de trabalhar como assistente de alguém por aqui, preferência com eventos. Eu sei que é trabalho puxado, mas até hoje nunca desperdicei nada que fiz na vida, por mais fora dos meus planos que pudesse parecer. Só não estou muito disposta a trabalhar de graça porque estou realmente precisando de renda… Mas se tivesse quem me bancasse, faria de graça na boa!

  9. 9 Lilian Silveira 02/09/2010 às 9:22

    Eu amo esse blog, meu Deus!!!!!

  10. 10 Raquel Ovelar 02/09/2010 às 22:25

    Leandro, seu blog tá tão show quanto suas fotos…parabéns.
    Olha, se eu morasse em SP ia querer ser sua assistente,
    sei fazer capuccino, kkkkk

    bjo

  11. 11 Adriana 04/09/2010 às 0:42

    Muito bacana esse post. Aliás, o blog todo🙂

  12. 12 Edpictures 12/09/2010 às 8:22

    I like so much your blog! It’s very interesting
    kind regards – http://theedpictures.blogspot.com/

  13. 13 Flávio Sganzerla 15/09/2010 às 0:10

    Parabéns pelo post, realmente excelente.

    Só fiquei curioso em saber qual era o fotógrafo, pois histórias de horror conheço várias, de gente muito famosa, mas ninguém costuma publicar isso.

  14. 14 Jane Costa Lima 06/12/2010 às 22:05

    Já pensei em fazer isso, mandar email e tentar ser assistente.
    Mas acho que não daria certo.

    Apesar de ter muita humildade e vontade de aprender, e com certeza eu fazer tudo o que foi relacionado acima sem ganhar um tostão…tem uma coisa que prezo mais que trabalhar com um fotógrafo de celebridades. RESPEITO!
    Se não me tratassem com respeito, poderia ser o papa…levaria um fuck of no meio da fuça e deixava o cara a ver navios no meio do trabalho .

    Só consigo admirar e respeitar quem faz o mesmo por mim…
    Hj prefiro aprender tentando… meus trabalhos tem sido a minha melhor escola…
    Belo POST, e belo blog!
    grande abraço!

  15. 15 Marco Carvalho 08/12/2010 às 15:13

    Olá trabalho como assistente fotografico a anos, concordo em partes com o que foi colocado, mais também tem que ser dito que o assistente também vive a foto, quando está sendo criada,produzida e finalizada. O assistente fotogarfico não tem o reconhecimento devido. Ele não é uma pessoa que limpa o equipamento, cuida do estudio ou faz o café.
    Um bom assistente tem responsabelidade em doblo, em quanto o fotogarfo está fotografando o bom assistente está olhando a luz, tentando achar um reflexo,sombra,poeira ou até um fio de cabelo que esteja atrapalhando a foto, ou até um outro angulo que possa acresentar algo a foto. Acho que os fotografos (não são todos),tem que ter mais respeito e gratidão aos bons assistentes.
    Não veja isso com um desabafo e sim com uma auto clítica.
    Obrigado

  16. 16 bruno 15/12/2010 às 15:43

    Eu toparia ser um assistente nos fins de semana…

    Se alguém precisar to aí..

  17. 17 abner palma 10/02/2011 às 11:50

    olha ñ sei o que faço na verdade, bem dificil, mas se agente fica fuginco de tudo nunca vai conseguir nada na vida rsrsrsr, serio Leandro fico horas lendo seu blog e fico pensando se começo por mim mesmo ou se tento começar fazendo café?? meu café é ótimo rsrsrsrs bom a vida ta ai, vamu enfrenta

  18. 18 joelsso em busca do meu grande sonho 06/04/2011 às 15:36

    eu penso da sua mesma forma amigo , quando a gente passa por uma situacao e ve quando ta la na frente q nao foi facil tar ali q gente nao quer ve o proximo si ferrando o ruim q sao poucos q pensam assim.

    eu tenho 17 anos me chamo joelsso da silva henrique to morando em joinville sc nao tenho uma vida nada facil, meu sonho e ser fotografo um dia , no momento nao ta facil morar sozinho e pagar todas dispezas da casa , estou estudando na internet tudo o q eu posso da fotografia pois condicoes de comprar minha 1 maquina para comesar a praticar ainda nao tenho,estou trabalhando numa empresa q nao tem nd a ve com fotografia mas tenho q me sustentar e com o dinheiro dessa empresa vou comprar minha 1 maquina fotografica para comesar ,vou cair no mundo atras do meu sonho pois ja vim pra ka pra isso pretendo fazer um curso de fotografia e comesar a praticar e mostrar meus trabalhos para agencias e etc. muito legal sua historia vou me inspirar em vc …grande fotografo

  19. 19 Andre 11/04/2011 às 15:30

    Rsrs. Sou fotografo, mas tbm faço mnhas assistências. Eu sou um daqueles freelas citados q ganham R$ 350,00 por dia.
    A minha dica é: não importa quão bom ou famoso seja o fotógrafo pra quem vc ta trabalhando, nunca abaixe a cabeça ou se rebaixe por ele. Nao vale a pena. Manter a
    dignidade é o mais importante.

  20. 20 Thiago Siqueira (@ThiagoLovatini) 08/08/2011 às 12:59

    Muito bom, é de muita importância ouvir experiências de fotógrafos que já estão a algum tempo no mercado para quem está começando agora.

  21. 21 g r a z i (@grazisette) 11/08/2011 às 10:57

    Estimulante e desencorajador ao mesmo tempo, se é que isso é possível.
    É sempre bom saber dessas experiencias de pessoas com mais “chão” do que nós.

  22. 22 Nicolas Oliveira 11/08/2011 às 11:26

    A 2 anos ví no orkut um fotógrafo q oferecia uma vaga de emprego, onde entede-se salário fixo. Eu já tinha uma XSI e estava estudando muito e praticando e tal.
    Dai esse fotógrafo me chamou, fez entrevista e por fim me perguntou se eu queria fazer alguns testes.
    Claro que fiz, aiás foi uma semana de testes, me dedicava, varria o chão, limpei o estúdio q estava nojento rsrsrs, carreguei equipamento, todas as competências de um assistente. Na sexta dessa semana ele me chama no escritório e me disse q eu tinha potencial e tudo mais, mas…
    O “mas” quase me matou, mas ouvi o que ele falava, que disse:
    “Você trabalha bem, só não posso te pagar um salário, se quiser fica aqui comigo que te ensino tudo e daqui uns 5 anos se você quiser pode ir para o mercado.”
    Eu insisti ainda:
    Entendo você, mas eu tenho estudado e praticado para fotografar.
    Ele emendou:
    “Com essa câmera (XSI) você nunca vai entrar no mercado, ou você troca por uma melhor ou não vai trabalhar.”
    Bem, eu não voltei mais lá, não por achar que não era necessário ou que eu não precisasse, até fiz uns freelas pq precisava de grana, mas corri atrás do meu sonho e hoje faço o meu trabalho com o coração, troquei de câmera pq usei a XSI até o fim e só por isso comprei outra, melhor duas dela.
    Tenho muito que evoluir, que melhorar, que estudar para que meu trabalho seja reconhecido, mas para Deus nada é impossível e eu tenho fé Nele e no meu trabalho que esse dia vai chegar.
    Se tiver a oportunidade de ser assistente de uma pessoa bacana, não arrogante, seja, não adimita não ser remunerado, pois quem trabalha merece receber mesmo que seja uma ajuda de custo.
    É isso.

  23. 23 Leidiane Oliveir 11/08/2011 às 11:54

    Eh por essas e outras que os iniciantes preferem fu** o mercado cobrando mixaria. Melhor do que passar as humilhaçoes impostas por alguns, para ganhar experiencia e se inserir no mercado.

  24. 24 Bruno 01/12/2011 às 12:12

    Eu comecei a trabalhar como assistente de fotografia em 1997 totalmente “de paraquedas”, pois estava procurando um emprego e ele me dava um salário mínimo. Era terceiro assistente, aquele que só carregava equipamento, e comecei a gostar da “coisa”. Três anos depois já era primeiro assistente, viajando para vários lugares do Brasil, fazendo e medindo a luz, trocando filme do back primeiro Hasselblad 502 e depois Mamiya RZ67 até chegar as digitais, quando caí de cabeça total na fotografia e cheguei até a fotografar para o Caderno Ela alguns editoriais.
    Logo em seguida aprendi a manipular imagens com o manipulador que trabalhava aqui e também virei assistente digital, ocupando dois anos e meio depois o lugar dele aqui no estúdio, onde trabalho até hoje (14 anos!) com um dos melhores fotógrafos de moda do Brasil, carteira assinada e uma bela remuneração com direito a hora-extra… E sabem por quê? Além de muita força de vontade, determinação, etc, etc, meu chefe é maravilhoso e já foi um dia assistente de fotografia. Não desistam e sempre se lembrem do que foram no passado. Abçs!!!

  25. 25 lilian 03/02/2012 às 19:03

    muito bom…adorei a história

  26. 26 caio boing 02/06/2012 às 21:18

    morri de rir com o final, xorte que ja aprendi a fazee cafe. Eu tenho 15 anos e tenho uma super vontade de ser fotografo, estou fazendo um cursinho bem basico, e acabando ele vou para um modulo mais pesado no senaq. Abracos granddee

  27. 27 Johnny Pio Moreira 18/06/2012 às 18:39

    Ah como inicio é cheio de historias né? Eu tenho vontade de ser assistente de fotografo de moda também,acho o mundo da moda teatral, mas ainda não apareceu e onde moro é meio complicado se oferecer.
    Estou subindo os degraus da fotografia bem devagar e pretendo fazer desse caminho, um caminho de sucesso. As vezes tenho medo do meu trabalho não superar as expectativas do cliente porque maioria do que faço não supera as minhas.
    Vivendo e aprendendo! Uma hora chega no ponto que queremos.

  28. 28 bettinafiuza 18/06/2012 às 18:52

    Eu fui assistente de 2 grandes fotógrafos e tive muita sorte, com certeza hoje faz uma diferença incrível, sempre lembro dos conselhos, dos erros, acertos, como eles dirigiam a foto, o tratamento com o cliente etc…isso não dá pra aprender em parte alguma, e tbem fiz alguns freelas como assistente pra um outro mega fotógrafo, hoje além de ter essa grande experiencia até como de vida, tenho eles meus grandes amigos.
    Quem quiser ver um pouco do meu trabalho
    http://www.bettinafiuza.com

    Leandro gosto muito do teu blog! leio sempre! parabéns!

    e quem quiser ser assistente freela tbém entre em contato!
    bjos pra todos

  29. 29 Eu 29/07/2012 às 12:56

    gostei do seu post ficou muito legal,já eu tenho alguma sorte pois estava desempregado e um amigo meu que ja trabalhava com um fotografo me indicou e dps de um més que deixei meu curriculo la pra ele dar uma olhada ele me chamou.
    Faz apenas 8 meses que trabalho como auxiliar,mais me apaixonei pela profissão e hj não me imagino fazendo outra coisa,o fotografo e muito gente boa,educado enssina tudo. Pretendo continuar e mais pra frente participar de work shop’s (pois moro no interior então teria que ser em capital ) To estudando muito também haha.
    Abrass e boa sorte a todos ! (y’

  30. 30 Douglas Rosa 22/02/2013 às 11:03

    Adorei o que foi passado sobre como ser um assistente ou começar este trabalho.Sou estudante de Design de Moda e começei a pouco tempo e estou muito animado!! Obrigado!

  31. 31 Vanessa 25/05/2013 às 11:10

    Oi acabei de descobrir seu blog! Enfim, tentei ser assistente de um fotógrafo por um curto período de tempo. Minha esperança era de que eu pudesse aprender algo sobre como conseguir clientes, estratégias de marketing, etc. Mas eu jamais tive acesso a nada disso. Só fazia carregar equipamento e comida rs isso já tem um ano, desde então eu só estudo.

    Me sinto pronta para começar a fazer pequenos trabalhos, mas não tenho idéia de como conseguir clientes… O boca-a-boca no meu caso é impossível, pois acabei de mudar de cidade. Ás vezes fico um pouco desanimada. Não penso em desistir porque fotografia é muito importante para mim. Mas tenho a impressão de que não vou conseguir sair do lugar😦

  32. 32 filipe 10/06/2013 às 2:41

    Ser assistente de fotografo é a pior coisa do mundo se o fotografo é seu pai entao nossa velho fuu…eu sou assistente do meu pai ganhava 20 reais pra trabalhar de 5 a 2,3,4 da manha depois falei que não queria dinheiro trabalhava apenas pra ajudar ele..ele ja fez eu perder aula pra ir em casamento e o pior sempre quando ganho algo tipi um celular ou tênis ele diz pra quem me deu que essa pessoa esta me ostentando ‘-‘ meu conselho não seja assistente de fotografo estude ou procure outra coisa pois só quem é louco trabalha como assistente a e pra completar odeio fotografia de casamento ‘—–

  33. 33 Rayra 10/10/2013 às 20:40

    Esse blog é um acalento. Muito obrigada!

  34. 34 kelvin machado silva 17/04/2014 às 17:36

    eu quero q as pessoa q gosta de fotografia como eu vai atrais dos obijetivos e nunca deixe de sonhe com o seu propio negocio….tive interece manda um email pra mim

  35. 35 Alysson marques 06/12/2015 às 15:07

    Olá, Nossa você foi super rejeitado no começo
    Queria saber se para começo de assistente e preciso ter noçoesvde fotografia?


  1. 1 O que é ser assistente de fotógrafo | Foto Link Trackback em 01/09/2010 às 15:49
  2. 2 Como se tornar um fotógrafo de moda « DO FOTÓGRAFO Trackback em 07/12/2010 às 2:30
  3. 3 Como ser segundo fotógrafo (ou fotógrafo backup/assistente). : Huaíne Nunes Fotografia Infantil Trackback em 16/02/2011 às 10:48
  4. 4 Assistente de fotografia? Parte 2 – Vale a pena ser assistente? | Mecânica Fotográfica Trackback em 07/07/2013 às 14:20
  5. 5 Assistente de fotogra? Parte 2: Vale a pena ser assistente de fotografia? | Mecânica Fotográfica Trackback em 07/07/2013 às 18:05
  6. 6 Porquê a “prostituição” do mercado fotográfico vai ser boa para o próprio mercado | DO FOTÓGRAFO Trackback em 30/09/2013 às 0:14

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




“Não importa de onde você vem, nem onde você está, o importante é saber onde se quer chegar”

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 1.397 outros seguidores

  • 1,051,346 Visitas