Desativação do Blog

Amigos,
É com muita dor no peito que informo que o Blog Do Fotógrafo será desativado.
Muita coisa mudou, muito pensamentos já não são mais os mesmos e por isso estou dando início em um novo espaço com outras idéias.
Quem quiser acompanhar esse novo processo é só se cadastrar no mailing abaixo.
Grande abraço e muita luz para todos!
http://eepurl.com/bq0p61

Formação na carreira fotográfica e o perigo da ancoragem

1---img050

Leia também:

NÃO, Você NÃO vai virar fotógrafa em um dia!(e a polêmica da Revista Viva Mais)

Mês que vem fará 5 anos que comprei minha primeira câmera digital, uma compacta Sony H10, e comecei a dar os primeiros cliques. Seja pelo aniversário da data, seja pelo final de ano, eu começo a repensar todo o processo de aprendizado fotográfico até aqui. Começo a pensar em todos os acertos e principalmente nos erros(que não foram poucos).

Em 2009, abandonei a bolsa de 100% do Prouni no Mackenzie e um emprego em um multinacional de tecnologia para poder me dedicar à carreira de fotógrafo.

  • De janeiro de 2009 até junho de 2010 eu só estudei e me preparei para pegar os trabalhos pequenos.
  • De junho de 2010 até julho de 2011 eu comecei a pegar os trabalhos pequenos enquanto ia me preparando para pegar os médios.
  • De julho de 2011 até julho de 2012 eu comecei a pegar os trabalhos médios enquanto me preparava para os grandes.

Entretanto, em janeiro de 2012 vendi todos os meus equipamentos e móveis, saí do meu apartamento, doei minhas roupas, comprei um mochilão e me mudei para a Europa para ter mais experiência de vida e profissional para que eu pudesse estar preparado para os grandes trabalhos.

Foram centenas de dias de dedicação full time e durante esse tempo você começa a se cobrar: Por quê não conquistei isso?, por quê não conquistei aquilo?, por quê não fotografo para a revista x?, por quê não ganho dinheiro como o fotógrafo y?, por quê não pego trabalhos como o fotógrafo z?

O que me ajudou(e tem ajudado) foi ter entendido que é necessário lidar com dois elementos: Formação e Ancoragem.

Formação

Imagine que você cansou de ser fotógrafo e quer se tornar advogado. Qual seria o processo para você se tornar esse profissional?

  • 1 ano de cursinho
  • 5 anos de faculdade
  • 1 ano de cursinho para a OAB

De forma geral, seriam necessários 7 anos de estudos para que você pudesse ser iniciante na carreira. Se fosse medicina o processo seria bem mais demorado.
O que aprendi e tenho aprendido é que não é justo nos cobrarmos tanto sucesso se estamos em um processo que é, em média, igual ao de qualquer profissional. Claro que há exceções e que não dá para compararmos laranjas com maçãs, mas  é importante ter em mente que não podemos acelerar o sucesso sem  a quantidade  necessária de estudo e prática.

E qual quantidade é essa? De acordo com K. Anders Ericsson, uma pessoa para chegar ao nível de expert é necessário que tenha praticado pelo menos 10 mil horas10 mil horas de treino são equivalentes a três anos e meio de estudo intensivo, oito horas por dia, sete dias por semana. 

Depois de entender esse processo, parei de me cobrar tanto e estou mais tranquilo no caminho das minhas 10 mil horas.

2---img051

Ancoragem

Daniel Kahneman define efeito de ancoragem como sendo a situação em que as pessoas consideram um valor particular para uma quantidade desconhecida antes de estimar essa quantidade, de uma outra maneira podemos dizer também que é a dificuldade que temos de não nos deixarmos influenciar pela primeira impressão.

Basicamente é o seguinte: Um vendedor de móveis lhe mostra primeiramente os produtos mais caros, pois essa vai ser sua ancoragem. Quando você ver os móveis de menor valor vai achar eles baratos, pois a sua percepção inicial é de um produto com valor bem superior. Outro exemplo é de marcas de grife que vendem bolsas de couro a R$20.000,00, mas também possuem uma linha mais simples com valores entre R$1.500,00 a R$3.000,00. Quando a ancoragem é feita em cima de 20 mil, 3 mil reais não parece tão caro assim.

O que tudo isso tem a ver com fotografia?

O quadrinho abaixo vai explicar isso muito bem:

jantarromantico

Dentro das redes sociais está sendo criada uma realidade que não existe. No Facebook, nos blogs e no twitter todo fotógrafo tem sucesso, trabalha todos os dias, ganha muito dinheiro e é famoso. Quando o fotógrafo iniciante se depara com isso acaba entrando em depressão, pois sua vida não corresponde aquilo. Na verdade a vida de quase ninguém corresponde aquilo. O problema é quando começamos acreditar que aquela é a âncora e que nossa vida deveria ser assim. O que mais me surpreende é que conheço pelo menos 70% dessa galera se sei que ninguém vive dessa forma ou você acha que eu passo todos os dias da semana bebendo vinho em um parque francês do século XIX.

616843_3890778822642_703633930_o

Por outro lado, quando um grupo de pessoas, baseado na nossa “imagem de rede social”,  acredita que somos melhores do que realmente somos, corremos o risco de nos enganarmos por aquilo que nós mesmos criamos. Involuntariamente ou não.

Acredito que ser bom é quando seu cliente entende o seu trabalho como algo de valor e o recomenda para outros clientes. Se likes não são convertidos em vendas eles não servem de praticamente nada.

Não somos tão ruins quanto, às vezes, achamos que somos e também não somos tão bons quanto as pessoas acham que somos!

Revista VIP Dezembro de 2013

IMG_0739

Saiu foto minha, com a modelo Suelen França, na Revista Vip desse mês para a “Seção Namorada do Leitor”.

Suelen França

Fotografei a Suelen com uma Beauty Dish a 90º e Flash Jinbei 400Ws em meia carga. A trilha sonora é do Wild Club – Thunder Clatter.

CD Luiza Caspary

IMG_0765

Recentemente tive o privilégio de fotografar a capa e o material de divulgação do CD de estréia da talentosa Luiza Caspary.

A Luiza é uma artista que nasceu baiana, cresceu gaúcha e hoje vive em São Paulo. Embora muito jovem (24 anos), já coleciona 16 anos de carreira. Sua voz é conhecida por cantar trilhas de campanhas publicitárias para grandes marcas. Algumas de suas músicas fizeram parte da trilha sonora de filmes e séries de TV. Além disso, ela tem realizado shows com AUDIODESCRIÇÃO – recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual, LIBRAS (língua brasileira de sinais) para pessoas com deficiência auditiva, além da preocupação com o acesso para cadeirantes.

O Caminho Certo, seu disco de estréia,  está à venda em sites como ITunes, e também disponível em streaming para audição no SoundCloud e outros.

Quando a Luiza me procurou ela já tinha definido que a foto de capa seria um close e dentro disso comecei a separar referências de cor e a rascunhar as fotos. Decidi em ter 3 opções de fotos com locações e maquiagens diferentes.

O Gabriel Von Brixen fez o Making of do dia:

Para a primeira sessão do dia, optei por utilizar uma softbox de 40 X 40 cm, pois queria o rosto mais marcado e Flash YN560 II com carga em 1/4 para uma reciclagem mais rápida e para não “matar” a luz dos raios atrás dela que formavam “caminhos” junto com a vegetação.

Making of

Diagrama de Luz

Capa do CD

Capa do CD

Contra Capa

Contra Capa

Capa Finalizada

Capa Finalizada

Como uma segunda opção fotografamos em uma outra locação:

Segunda opção de capa

Segunda opção de capa

Segunda opção de contra capa

Segunda opção de contra capa

E depois fotografamos o material de divulgação dentro do home estúdio com um fundo verde em lona e uma beauty dish:

Além da amizade incrível que se cria com esse tipo de trabalho é muito gratificante ver sua foto sendo usada de uma forma tão bacana. Como tinha escrito, a Luiza é pioneira e tem um preocupação enorme com a acessibilidade e fez até audiodescrição do flyer do seu show no Centro Cultural São Paulo.

Flyer

O flyer é ilustrado por uma foto colorida e em close do meu rosto. Estou à direita da imagem e encaro a câmera. Minhas mãos estão unidas em concha e cobrem parcialmente meu nariz e minha boca. Tenho as unhas pintadas de azul e estou de batom pink. 
Do meu lado esquerdo, o cabelo é curtíssimo e loiro escuro. Do lado direito, uma franja platinada chega mais ou menos na altura do meu queixo. Uso sombra e blush cor de tijolo. Esfumaçada, a maquiagem realça meus olhos amendoados e as maçãs do meu rosto. Meus cílios são longos e as sobrancelhas, desenhadas. Uso um brinco de bolinha prata na orelha esquerda e visto blusa multicolorida de crochê.
O fundo em tons de cinza está desfocado.
O texto está em letras brancas e um círculo azul, parecido com a cor do meu esmalte, destaca a data. Uma faixa no mesmo tom atravessa toda a parte de baixo do flyer e ressalta as demais informações sobre o show e as logomarcas dos realizadores e apoiadores.
Fotos e Tratamento: Leandro Neves
Assistente de Foto: Érika de Faria
Maquiagem: Juliana Coelho
Cabelo: Mauro Morad
Making of: Gabriel von Brixen

Almanaque Saraiva

Almanaque SaraivaSaiu entrevista minha e da minha esposa Érika de Faria no Almanaque Saraiva de Abril. Disponível em qualquer Livraria Saraiva ou no iPad.

Equipamentos X Livros

Nós fotógrafos passamos a maior parte do tempo reclamando que é difícil importar equipamentos e esquecemos que a coisa mais importante, que são os livros, é barata, não paga imposto algum e em duas semanas já está na sua prateleira.

Menos B&H Photo e mais Amazon Books!

Dica para quem não fala inglês: Quando comecei a fotografar eu não sabia muito bem a língua e me “permiti” ler os livros sem entender tudo o que estava escrito. O segredo é ser justo consigo mesmo e não se cobrar tanto.

Screen Shot 2013-04-08 at 11.59.22 PM

Photoshop Conference 2013

Photoshop_Conference

Agora é oficial, dia 06 de maio serei um dos palestrantes no maior curso de Photoshop da América Latina o Photoshop Conference.

Foi com a maior felicidade do mundo que recebi o convite para ser um dos palestrantes, pois em duas semanas pretendia comprar meu ingresso para ir como ouvinte.

O Photoshop Conference é considerado pela Adobe Systems como o maior curso de Photoshop da América Latina. Mas é muito mais que um curso de Photoshop! Devido à sua importância e visibilidade, já serviu de trampolim para diversos profissionais, abrindo portas e criando novos relacionamentos. E a oportunidade de participar de atividades que visam o aprimoramento profissional é um dos grandes diferenciais do Photoshop Conference.

Nesta 10ª edição do Photoshop Conference, marcada para os dias 6, 7 e 8 de maio de 2013 em São Paulo, o evento destacará os recursos do Photoshop CS6, que trouxe muitos recursos poderosos, além de apresentar um keynote que vai surpreender a todos. Isso sem contar os cases de sucesso, estúdios ao vivo, debates sobre o mercado de profissionais de Photoshop e posicionamento no mercado, exposição e venda de produtos voltados para profissionais criativos.

O tema da minha palestra é Photoshop como Estratégia de Negócios

Na palestra vou falar e mostrar em tempo real como o Photoshop pode ajudar a reduzir custos e erros de produção fotográfica. Vou mostrar em tutoriais como recortar um cabelo mais rápido, limpar um fundo, replicar uma cor, automatizar processos, dentre outras dicas. O objetivo é mostrar como o fotógrafo pode se tonar mais competitivo com o uso do Photoshop.

Nos vemos lá!

Leandro Neves


“Não importa de onde você vem, nem onde você está, o importante é saber onde se quer chegar”

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 1.392 outros seguidores

  • 1,033,194 Visitas